segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Redenção

Este blog foi durante algum tempo um constante alvo de ataques e contra-ataques. Foi depósito de depressões mal escritas, travestidas de bem escritas. Ofensas reitóricas, porém sem fundamento. Feri pessoas que não tinham nada a ver com o problema, muitas vezes. Citei nomes quase que claramente. Poderia fazer uma lista de itens aqui. Poderia escrever o nome de cada um. Infelizmente não posso fazer isso.

Apenas digo que não apagarei os textos antigos, mas deixo claro que me arrependo deles.

Levanto a bandeira branca a todos.

Imagine there's no Heaven
It's easy if you try
No hell below us
Above us only sky
Imagine all the people
Living for today


Imagine - John Lennon

Obrigado.

Att., Pedro

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Aftermath: Agora muitos devem calar a boca.

Este primeiro turno das eleições foi realmente... digamos... 'eletrizante'. E trouxe algumas supresas dignas de nota. Por exemplo: Quem poderia dizer que o Netinho iria ficar em terceiro? Let It Be, Let It Be, hahaha... E o melhor: Aloysio Nunes foi o primeiro. Alckmin também ganhou para o governo, o que prova que esta raça representada pela maldita estrela vermelha vai passar longe de São Paulo.

Agora o mais importante: Cade os 80% de aprovação do Lula? Tão na puta que pariu, certamente... Pois a Dilma obteve um tanto mais que a metade disso aí. E agora está dito que uma boa parcela da população rejeita o PT.

Sem querer ser preconceituoso, o que ferra é o Nordeste. A falta de informação e coronelismo com bolsa família continua. Realmente uma pena. But, let it be... Sabemos que metade da população não está do lado deles.

Dia ótimo (Para ser perfeito só sem o Tiririca, mas fazer o que, né ._.).

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

De tudo um nada, do pouco, um relato despreocupado

Amanheça e olhe para o relógio do seu despertador. Pense imediatamente que mais um dia não mata. Não custará suportar um pouco mais o que já acontece. Já fui preocupado com muitas coisas. Mudo agora. Minha política passa a ser a política do “foda-se”. O único jeito de sobreviver na ausência de luz é usando uma lanterna e não vociferando para que a luz volte.

Sobrevive-se nesses tempos sim! Cabeça para cima, corpo para frente, lanterna na mão, rifle da frieza na outra. Te chamaram de otário, escroto, gordo? Foda-se, o que vem dos níveis inferiores jamais pode influir em sua mente. Acredito nisso, e mais do que nunca à partir de hoje, o melhor método de lidar com ignorância é ignorar a ignorância. Você fala que sou burro, inseguro. Posso ser, mas você é um nada, fala isso por não ter mais no que reparar.

Falta do que fazer, problema sério. Porém vai um foda-se para isso também. Saiba com todas as letras: se quer ser idiota, a opção é sua. Colherás o fruto do que plantou hoje em outros dias.

Preocupo-me em quem se preocupa comigo, amo quem me ama, gosto de quem me gosta. Não estou mais nem aí para quem tenta me acertar com pequenas brincadeiras.

Bem-vindos ao novo mundo (:
Todos os inconformados, se unam à causa, e mostrem todo o seu “foda-se” diante de quem constantemente se recusa a entender.

\o/
T. R. P.