domingo, 8 de agosto de 2010

Materiais do Passado I - Lucille Times

Não farei 500 explicações sobre isso, mas esta série de posts está aí para quotar passagens memoráveis de posts mais antigos, assim tornando os posts passados mais bem explicados.

--

Let's go:

Resumo

Ano de dois mil e nove, por inteiro... Não posso lembrar exatamente em quais épocas isso se manifestou de maneira mais forte ou mais fraca... Sei apenas que no fim do ano estava extremamente aflorado, forte, vigoroso, em minha cabeça.

Lucilla S. Santos. Por algum motivo o qual não sei explicar até hoje, eu me apaixonei por ela... De qualquer forma isso gerou uma série de posts em que expliquei de forma extensiva meus sentimentos, não que isso tenha sido de tudo ruim... Mas também não foi muito bom.

Quotes

Renegado a ser, cada vez mais, um nerd gordo com capacidades de programação (O que não é algo bom, acredite), vou ficando no campo perigoso da rejeição. O fato é que eu tô pouco me f* para bullying e os caramba a 4. A rejeição aqui, é outra.

-- No post Sentimentos de Um Perdido, relato um estado de consciência na época. Basta dizer que não considero esse quote com seriedade hoje...

Me vejo desgastado pelo tempo, corroído, e desligado, alienado. Não consigo mais divisar as fronteiras da capacidade humana, limitado à, no máximo, discutir política com pessoas que não estão nem se ferrando pra isso. Ou falar num certo assunto constante que sempre vem a minha cabeça (E isso não é qualquer um que irá tirar da minha boca).

-- Post Idem, e diria que é um fato, até hoje. Não dá para falar de política externa com as mulheres de forma geral, só faltou eu dizer isso. Mas eventualmente encontrei até amigos com que pudesse comentar essas coisas.

Talvez seja trágico demais falar em decadência logo aos 14 anos...

-- Trágico. hahaha



Logo, concluo que o motivo que me força a permanência no 9ºB, ou me força a acordar cedo, está na realidade impossivelmente longe.

-- Eu estava certo.

Daí fui no MSN... Não consegui conversar de nada melhor do que eu já conversava na sala. A não ser uma confirmação de que eu era estranho. Quem me dera ouvir algo diferente nos últimos 11 anos de escola...

-- No post Mais um fim de semana... [...perdido] relato um fato comum a minha pessoa. Mas deixei de me importar com isso. Até porque acredito que sou mais normal do que o povo que fica escutando funk remixado e defendendo os valores "xxt". Vai entender...

O fato que é que isso está me afastando muito do que eu deveria realmente fazer na escola, que é tirar notas, estudar, etc... Percebo aos poucos que a qualidade na escola vai no caminho oposto do social. Pessoas doidas podem ir mal na escola, mas são sempre cools... Pessoas nerds vão muito bem, mas só falam com outros nerds, e não conseguem meninas, embora falem delas.

-- Epic Fato

Mas um relatória "para quem sabe"...
Ok, hoje eu quase mudei de trilhos... Mas eu tava enganado, era só um brincadeira mesmo, quem abraça todo mundo, confunde todo mundo também xD.

Abraços...

-- Post na íntegra. No final essa "troca de trilhos" aconteceu mesmo, mas não fiquei mais feliz por isso.

Nerd Comum - É um Geek com notas azuais (sic) (Não necessariamente notas excepcionais). Entende um tanto de computador. E pode ter interesses diversos. Ferrovias, trens, celulares, sistema rodoviário, ônibus, construções...

-- Trens, Ferrovias e Computação =! Nerdisse: Neste post defendi "o meu peixe"... Digo, o meu segmento. Mas acabo por reconhecer que é um defeito mesmo ficar preso a um sub-assunto, por isso tento me desligar dessas coisas atualmente.

Ok, Posts de Outubro... No materiais do passado II tornarei a citar mais algumas coisas desta época e acontecimentos posteriores.

Resumo final desta parte: "Linha Editorial Depressiva com traços pessoais fortes": Não é um estilo muito legal para se escrever, por assim dizer, pois detalhes pessoais em excesso tornam o texto realmente chato de ler. Por isso espero não ter matado ninguém de tédio no meu blog e até faço um compromisso de melhorar para não cair nessa fórmula outra vez (Embora ache difícil neste ponto).

Abraços,
T. R. P.

Um comentário:

Daniel SD disse...

Retrospectiva rula.