segunda-feira, 5 de abril de 2010

Corrosão...

Sofremos uma intensa ventania, a qual continua por erudir nossos valores. Essa ventania é necessariamente a falta de conhecimento, super-inclusão, entre outros. Muita gente fala demais da conta, poder demais a quem não sabe nada, valorizar a opnião de alguém com pouca informação e estudo. Nossa sociedade, assim, vai indo contra o princípio de experiência, conhecimento, sabedoria. Afinal, até um gari, do alto de suas vassouras, pode ter opnião sobre os deputados de Brasília, mesmo que ele só esteja grifando algo que ele ouviu de noite na BandNews. Oras, todos tem direito a concordar ou não com algo, mas ninguém daria voz à um gari num debate político. Olha, lembre-se, gari aqui está referindo a pessoas com pouco estudo, e não a todos os garis, eventualmente algum gari pode ter chegado à esta situação por outra desgraça qualquer.

O fato é que para alguém ter uma opnião válida, precisa defende-la com argumentos, exibi-la numa discussão. Mas tudo bem, hoje isso não é mais necessário, o Zé sem dente tem tanta importância quanto o Intelectual que tá pensando quase em tempo integral nesses lances da sociedade. Por isso também que deveria-se examinar o cara que se candidata à um cargo político, pois no Brasil existem deputados que nem sabem ler e escrever! Quanto mais defender algo em uma discussão... No máximo vai ser tosco o suficiente para impor na base da força. Não é assim.

Certamente, o poder de representatividade deve ser atribuído apenas à alguém que além de engajado com os interesses do grupo que ele representa e também com conhecimento suficiente para argumentar, e provar que aqueles interesses são válidos. O que não pode acontecer no cenário atual, em que todos falam, e uma opnião papagaiada tem tanto valor quanto uma elaborada e defendida por argumentos. Tendência.

Não vejo saída para isso, as pessoas teriam que estar mais preocupadas com as outras do que com o próprio umbigo para que a situação melhorasse. Mais uma vez: Perdemos valores básicos.

Não mais... Obrigado pela paciência.

Beijinho para as minhas leitoras lindas.
Abraço para os leitores.

Até!

Att.
Tadeu R.P..

Nenhum comentário: